Por que os Maus?

Recados e Imagens - Paisagens - Orkut

Neste mundo de contrastes, porque a existência de pessoas más, que abusam da liberdade e provocam tantos danos à sociedade, com os seqüestro, assassinatos, roubos, etc? Será que Deus criou seres para o mal, enquanto criou outros para o bem?

Recorramos à obra básica da Doutrina Espírita, O Livro dos Espíritos. A pergunta é a 115, quando o Codificador indaga: Entre os espíritos, alguns foram criados bons e outros maus? Resposta: Deus criou todos os Espíritos simples e ignorantes, quer dizer, sem ciência. Deu a cada um determinada missão com o fim de esclarecê-los e fazê-los alcançar, progressivamente, a perfeição para o conhecimento da verdade e para aproximá-los dele. A felicidade eterna e pura é para aqueles que alcançam essa perfeição. Os Espíritos adquirem esses conhecimentos, passando pelas provas que Deus lhes impõe. Alguns aceitam essas provas com submissão e alcançam mais prontamente o fim de sua destinação. Outros não as suportam senão murmurando e, por suas faltas, permanecem distanciados da perfeição e da felicidade prometida.

Ninguém foi criado para o mal. A adesão ao mal é por opção de cada um, que naturalmente sofrerá as consequências da opção feita, não por castigo, mas por consequência mesmo do caminho que escolheu. Na verdade, como se depreende da resposta dos espíritos, Deus criou todos iguais e deu a todos a oportunidade de progresso, com provas que o façam avançar na senda do progresso. Os desafios da existência são caminhos de aperfeiçoamento. Os que aceitam e caminham procurando vencer as provas avançam mais depressa. Os que se rebelam, se recusam a caminhar, podem aderir momentâneamente ao mal, provocando esses desajustes sociais que aí estão. Por este desvio, responderão, também por consequência dos próprios atos e nunca por castigo.

Os que são causadores do sofrimento, que roubam, assassinam, violentam, seqüestram e causam outros danos à sociedade em que vivem, manifestam sua rebeldia às Leis Divinas diante das provas a que estão submetidos, mas o tempo os trará de volta ao bem. O mal é sempre temporário, o bem é eterno e verdadeiro. Na verdade, o mal, como já disse um espírito amigo, é a ausência do bem.

Os bons, por sua vez, conscientes da importância do bem, reconhecem o dever de ajudar aqueles que ainda não sentiram o valor do amor e para eles se voltam com o fim de ajudá-los a superarem as próprias dificuldades. Daí surgirem tanta abnegação por toda parte, em todos os tempos.

E a vida é tão sábia que, na convivência entre bons e maus, os primeiros acabam progredindo ainda mais no exercício da paciência e da tolerância para com os rebeldes ao bem. Há duplo ganho: mais experiência para os bons e aprendizado para os maus que, no contato com os bons, aprendem mais...

O mal é próprio do planeta, ainda atrasado na evolução, se comparado com planos mais elevados. Aprendamos a valorizar o que é bom e transformaremos a face do planeta.

E para aprofundar mais o assunto, busque o livro indicado acima, nas questões 114 a 127. Há itens interessantes a conhecer e poderemos entender mais amplamente a questão.

Orson Peter Carrara

Lar Santissima Trindade

5 comentários:

Du disse...

"Aprendamos a valorizar o que é bom e transformaremos a face do planeta."

Colocar em prática essas lições tão importantes é que é difícil, heim Carol. Mas eu sei que não desistiremos nunca!

beijos querida!

disse...

Lindo esse texto Carolzinha...

"O mal é sempre temporário, o bem é eterno e verdadeiro. Na verdade, o mal, como já disse um espírito amigo, é a ausência do bem".


Realmente nosso planeta esta precisando de muita evolução.

Beijos e tenha um final de semana abençoado pelo Senhor!

Beijos!

Rô!

NANA disse...

Pq os bons morrem cedo, pq existe pessoas más, pq tanta injustiça... são as peguntas mais frequentes que nós, espíritas ouvimos.
E tudo não passa de uma qustão de lógica tão simples, né...
Mas cada um tem seu tempo.

Carol, obrigado pelas suas visitas.=)
Eu demoro, mas eu visito todos os meus amigos. É a danada da falta de tempo.=/
Beijinhos

Flávio Mussa Tavares disse...

Carol, já deixei um recadinho para voce, cumprimentando-a por seu blog interessante, inteligente, prático, instrutivo e orginal.

Quando puder, visite-me e troquemos idéias, ok?

Abraço forte,

Carol disse...

Queridos amigos
Temos um participante novo aqui hoje, na panelinha do Estudo Espírita da Oficina adentra mais um amigo entre nós... Seja bem vindo Flávio Mussa Tavares! É um grande prazer ter você aqui!

Du... Doce e meiga amiga, sei q vc bem sabe o quer dizer “NÃO DESISTIR NUNCA” és catedrática nisso, conto muito com você pra me dar suporte nisso...

Rô... è pra isso que estamos aqui, pra evoluir, que Deus nos ajude a prosperar sempre!

Nana... infelizmente estamos todos sujeitos as intempéries da vida, são tantas obrigações, compromissos, deveres, problemas que fica difícil beijar as faces dos amigos, mesmos os mais próximos, imagina as nossas faces que estão tão distantes uma da outra, como eu queria poder ir mais vezes nos blogs de todos vocês e de tantos outros que o tempo/compromisso não permite. Realmente o Espiritismo nos explica tudo continuemos estudando.

Fiquem todos na paz, um grande abraço!