Comentando POST

COMENTÁRIOS....

Du disse...

Pena de morte é uma forma de julgamento das mais absurdas, no meu modo de ver as coisas, até por achar que a morte não vai fazer com que o criminoso compreenda o que fez. Posso estar errada, mas acredito que deviam haver outras formas de fazer o indivíduo "pagar" pelo que fez!
Como Chico diz no vídeo "Que ninguém morra em nome da justiça"!

Eu entendo que o sentimento de revolta é muito grande, imagine só este caso de menina que foi atirada do prédio? Eu não consigo sentir raiva de quem fez aquilo com ela, sinto uma espécie de medo pelo ser humano, um "choque", só de imaginar que existem pessoas capazes de fazer uma coisa desse tipo, ainda mais com uma criança!É o tipo de coisa que eu jamais vou conseguir entender!

Pessoas que cometem crimes tão hediondos são doentes? Acredito que sim. E como tal devem ser tratados. É pena que a justiça não veja dessa forma. Todo o nosso sistema penitenciário parece estar falido há muito tempo. Os presos não aprendem o que devem nas prisões, são submetidos a todo o tipo de maus tratos e isso só faz com que a revolta interior aumente. Não estou dizendo que devam ser mimados, longe disso. Eu só acho que a justiça deveria ser mais justa. Eu acho mesmo que TODOS os presos deveriam TRABALHAR MUITO em todas as instituições penitenciárias.

O trabalho engrandece o homem, essa é uma grande verdade.

(Ás vezes eu me empolgo nos comentários e faço uma salada, aff...)


Adriana disse...

Du!!

Hum... Vc tb fazendo ‘comentários-posts’, hein? Rsrs..Adorei, amiga! E não acho que vc fez uma salada não, afinal, tudo tem a ver...
Concordo plenamente com vc. No meu comentário anterior, inclusive, falei mais ou menos isso. Existem formas e formas de se fazer com que um criminoso cumpra sua pena, de acordo com a justiça humana. Matar é a mesma coisa que “esconder a sujeira embaixo do tapete”, mas nós devemos aprender a varrer direito, isso sim! Vamos colocar os presos para trabalhar em plantações, afinal, tanta gente passa fome no mundo, vamos colocá-los para reciclar o lixo, que é tão abundante, vamos oferecer condições dignas para que eles se recuperem, oferecendo trabalho e estudo nas prisões, e não jogá-los em caixas de concreto onde os mesmos são tratados, muitas vezes, pior do que muitos animais... Ou, em certos lugares, como sabemos, onde são mandados para a forca ou para a cadeira elétrica! Isso, além de desumano, é um atraso, sinceramente! O ser humano tem inteligência suficiente para fazer bem mais que isso!...
No dia em que o homem aprender a ver o outro como se estivesse olhando para um espelho, ou seja, ver o outro e enxergar a si mesmo, o mundo passará a ser um local melhor para se viver, onde a justiça será, de fato, mais justa. Aliás, acho que aí já nem existirão tantos crimes como vemos hoje... Enfim, vamos pedir a Deus que nos ilumine para que possamos trabalhar para que esse dia chegue o mais rápido possível!...

------------------------------------

Sobre o caso que vc comentou, da menina Isabella, realmente provoca uma comoção muito grande, em todos nós, mas sabe, acredito que ninguém sofre em vão e que todos daquela família certamente estão ligados, de alguma maneira, há algumas encarnações e estão passando hoje por um processo de resgate e/ou expiação. Cada um da sua forma. Por isso não devemos ficar pensando com revolta, mas sim tentar enviar boas energias para todos os envolvidos, sem tentar julgar ninguém.

A Doutrina Espírita nos explica que a vida não cessa e que sempre quitamos nossas dívidas, uma hora ou outra. É o que muitos chamam de “carma”. Pode ser que a menina tenha assassinado alguém da mesma forma e hoje passou pela mesma coisa. Ou não. Pode ser que a mãe dela precisasse passar por esse sofrimento, de perder a filha de forma trágica. Ou não. Entre tantas outras hipóteses... Muitas vezes, antes de reencarnarmos, nós mesmos escolhemos as provas pelas quais iremos passar nessa vida, como forma de aprendizado e evolução. Há muitas explicações para um mesmo caso e não há como escolhermos uma, pois não sabemos as circunstâncias que envolvem os fatos, pelo menos não agora... É arriscado, e até mesmo irresponsável, fazer isso...

Tentamos entender e buscar explicações, mas a verdade mesmo, só Deus sabe... Cabe a nós aceitarmos...

A Doutrina Espírita nos ajuda nesse processo de entendimento da reencarnação, da imortalidade da alma, da lei de ação e reação e que não devemos sofrer excessivamente por aqueles que partiram para o outro lado da vida, pois isso é uma ocorrência natural para todos nós. Mas, se tentarmos buscar a explicação exata para o acontecimento, talvez não encontremos, pois às vezes não nos cabe saber disso... E corremos o risco de fazer falsas interpretações e falsos julgamentos... A melhor atitude é a de paciência, resignação e fé na Justiça Divina. Claro que a justiça dos homens deve agir, de acordo com a lei, mas, no que compete à questão espiritual, não temos muito a fazer... Só orar muito por toda a família....

* Essa mesma resposta dei hoje ao Aldir, no blog dele, já que ele me questionou, logo cedo, na caixinha de recados, (não sei se ele viu, pois não me respondeu) mas não penso em fazer um post sobre isso (antes que alguém me pergunte). Não cabe a mim ficar analisando esse caso, nem abrindo espaço para polêmicas. Mas acho que devemos parar e refletir, sempre. Em tudo o que acontece no mundo nós sempre podemos tirar alguma lição...

BEIJOS!!!


Pra saber mais : CAUSAS E EFEITOS

6 comentários:

Du disse...

Só você mesmo, Carol! Comentários da Adriana merecem post sim, mas se eu soubesse que o meu ia virar também, tinha caprichado mais! kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Beijão querida, obrigada pelo carinho!

disse...

Olá Carol!

Temos que orar muito por essas pessoas, e pedir a Deus a sua justiça.
Não sou a favor da pena de morte, aliás que nesses casos a sentença já está dada seja lá quem for o criminoso...

Querida, quero agradecer suas oraçãoes, acabei de vir do médico, e ele achou melhor não operar já, vou fazer um tratamento por 3 meses, depois se não der resultado, aí sim vamos para cirurgia.
Muito obrigada mesmo, meu cheirinho.

Queria muito que as pessoas pudessem mudar o rumo de suas vidas, mas...

Grandes beijos em seu coração e fique com Deus!

Carol disse...

Du ♪♫♪
Como caprichar mais, vc deve esta brincando!!!!!!
A estrela, feiticeira lá do Norte arrasa por onde passa!
Amiga, seu comentário são sempre riquíssimos e adornam de amor nossas postagens, com vc por perto é bom debate certo.
Deus te proteja e guarde sempre!

Rô ♫♪♫

Essa publicação e de longe a que mais gosto. Acho maravilhoso o atendimento fraterno que ela dá, mas não fala nada pra ela não por que se não tô frita.
Até esta falando pra DRI que quase q eu publicava um comentário seu também RÔ, um comentário que vc fez lá na sua casinha, eu amei… rsrsrsrs
Estamos, posso falar assim, “estamos”todas radiando de alegria e júbilo por essa noticia maravilhosa Rô, agora e se cuidar e ir em frente.
Confia que Deus tudo sabe de melhor pra nós!
Beijo no seu coração!

NANDO DAMÁZIO disse...

Atrasadinho, mas cheguei ..
Eu já tinha lidos essas "crônicas" lá no Espírita e foi um prazer reler aqui de novo em forma de posts ..

Beijo, Carol !!

NANA disse...

Aff, se o Nando tá atrasado, imagine eu...
Sei que vou fujir do assunto central que é a pena de morte, mas vou dar meu pitaco no caso Isabela.
Não sei vcs, mas no meu ciclo de amizade, tenho visto as pessoas se questionando sobre esse novo modelo de família, se é que me entendem.
Antes do caso Isabela, tivemos e temos muitos outros semelhantes, mas que talvez por uma questão de classe social não tenha causado tanta comoção, não sei, não me compete julgar isso agora. Mas o fato é que, chamou a atenção da população, psicologos comentam o caso na TV... E isso vem "impondo" às pessoas uma reflexão.
Antes dessa menina, houve a Suzane que assassinou os pais, e como sabemos que nada é por acaso, que a espiritualidade trabalha direitinho pra que tudo se entrelace... Penso que pode ser um fato que venha de certa forma, ajudar na questão familiar, na construção e respeito à família.
Como disse acima, pelo menos no meu 'meio' percebo essa discussão.
E isso não deixa de ser positivo, apesar dos pesares.
Beijinhos

Carol disse...

Nana
Muito claro seu comentário!
Um abraço!